IRN_logo
LogoMJ


Avaliação do FATF-GAFI a Portugal


O Grupo de Ação Financeira Internacional (GAFI) é um organismo intergovernamental independente que tem por objetivo conceber e promover, quer a nível nacional como a nível internacional, estratégias contra o branqueamento de capitais e o financiamento do terrorismo.
Tem natureza intergovernamental e multidisciplinar e foi criado em 1989 com a finalidade de desenvolver uma estratégia global de prevenção e de combate ao BC/FT, na reunião da Cimeira dos Países do G-7, em Paris, sendo reconhecido a nível internacional como a entidade que define os padrões nesta matéria.
 
Acompanha os progressos realizados pelos países membros do GAFI  na implementação das medidas necessárias, através de mecanismos de autoavaliação e avaliação mútua.
 
Emitiu 40 Recomendações de combate ao branqueamento de capitais, que se viriam a tornar nos padrões mundiais das medidas anti branqueamento de capitais e a base para qualquer avaliação das políticas de prevenção e de combate ao Branqueamento, as quais foram reconhecidas pelas Nações Unidas, pelo Conselho da Europa e pela União Europeia.
 
A 4ª ronda de avaliação mútua já está a decorrer e Portugal iniciou os trabalhos oficialmente com a realização desta ação de formação que decorreu nos dias 7 e 8 de julho nas instalações da Polícia Judiciária – Unidade de Informação Financeira.
 
A prevenção e o combate ao branqueamento de capitais assim como  ao financiamento do terrorismo é um tema ao qual se tem dado uma prioridade crescente por parte da União Europeia assim como por parte do GAFI. Por este motivo, têm vindo a ser aplicadas medidas adicionais e inovadoras que visam o combate a estas perigosas realidades.
 


Consulte: FATF-GAFI




Última Modificação: 28/10/2016 05:01

linhaRegistos
SIR
ELRA
Justicamaisproxima

Os conteúdos deste site, publicados a partir de 1 de janeiro de 2012, cumprem as regras do Acordo Ortográfico.

Símbolo de Acessibilidade na Web